VERMES

verme





Os vermes são representados pelos animais pertencentes aos filos dos Platelmintos, Nematelmintos e Anelídeos. Estes possuem corpos cilíndricos, cada qual com suas características próprias.

 Filo Platyhelminthes: Vermes achatados

As principais características desses animais são:

- acelomados (não possuem celoma) e triblásticos (possuem os três folhetos germinativos: ectoderme, mesoderme e endoderme);

- Possuem simetria bilateral;

- Possuem tegumento formado de uma camada simples de células;

- O sistema digestório é incompleto, ou seja, a boca é a única abertura para o exterior, não possuindo ânus. A digestão pode ser intra ou extracelular;

- Não possuem sistema respiratório,dessa maneira as trocas gasosas são feitas pela epiderme, por difusão;

- Não possuem sistema circulatório. O alimento digerido é enviado para as células por difusão, graças a um intestino bem ramificado, pois ele é gastrovascular;

- Possuem como sistema excretor o protonefrídio, que é formado por vários túbulos excretores com células-flama;

- O sistema nervoso é ganglionar, ou seja, há uma cabeça com estruturas nervosas e sensoriais;

- A musculatura é do tipo lisa, que favorece a movimentação e locomoção do animal, podendo ter a colaboração de cílios, caso estejam presentes.

Os animais do filo Platyhelminthes são distribuídos em 3 classes:

 
Classe Turbellaria

São animais de vida livre, possuem cílios para locomoção e um aspecto foliáceo. Um exemplo de representante desta classe é a planária. A característica mais interessante desses animais é seu grande poder de regeneração. Se cortarmos uma planária em vários pedaços, cada um irá ser regenerar e dar origem a um novo indivíduo.


 planaria

 Planária


Classe Trematoda

São animais endo ou ectoparasitas. Possuem ventosas para fixação, uma na região oral, outra ventral. Possuem cutícula protetora na epiderme e não possuem cílios. São representados pelo Shistossoma mansoni, causador da Esquistossomose e Fasciola hepática, causadora da Fasciolose Hepática.


shistossoma

Shistossoma mansoni


Classe Cestoda

São endoparasitas de corpo alongado, representados pelas tênias (Taenia solium e Taenia saginata), causadoras da Teníase. Estes vermes podem atingir até 8 metros de comprimento. 


taenia

Taenia solium

 

Filo Nematoda (Nemata): vermes em forma de fio

 

 As principais características desses animais são:

- São animais triblásticos (possuem os 3 folhetos germinativos: ectoderme, mesoderme e endoderme);

- São pseudocelomados (cavidade do corpo é delimitada pelos tecidos da mesoderme e tecidos da endoderme);

- São protostômios (quando o blastóporo dá origem à boca);

- Possuem simetria bilateral;

- Possuem tegumento formado de uma camada simples de células. Esta possui uma cutícula que protege o animal contra as enzimas produzidas pelo sistema digestório do organismo hospedeiro;

- A musculatura é do tipo lisa, o que favorece a movimentação e locomoção do animal;

- Não possuem sistema respiratório, dessa maneira as trocas gasosas são feitas pela epiderme, por difusão;

- O sistema digestório é completo, ou seja, possuem boca e ânus. Os parasitas alimentam-se de produtos pré-digeridos pelo hospedeiro, mas há também espécies fitófagas e carnívoras.

- Não possuem sistema circulatório. Essa função é desempenhada pelo pseudoceloma;

- Possuem como sistema excretor uma célula especializada, com um formato que lembra a letra H. A principal excreta desses animais é a amônia.

- O sistema nervoso possui dois cordões nervosos que percorrem o corpo do animal, ventral ou longitudinalmente.

 As principais doenças causadas por animais deste filo são:

- Oxiuríase: causada pelo Oxyurus vermicularis (ou Enterobius vermicularis);

enterobius

Enterobius vermicularis

- Filaríase: causada pelos vermes Wuchereria bancrofti, Brugia malayi e Brugia timori, comumente chamados filaria;


w

Wuchereria bancrofti


- Ascaridíase: causada pelo Ascaris lumbricoides;


ascaris

Ascaris lumbricoides


- Ancilostomíase ou Amarelão: causada pelos vermes Ancylostoma duodenale e Necatur americanus.


necatur
Necatur americanus

 

Filo Anellida: vermes em forma de anel

 

As principais características desses animais são:

- Possuem o corpo segmentado na forma de anéis;

- O deslocamento é possível graças à presença de cerdas na parte ventral dos animais (exceto em sanguessugas). Estas impedem o animal de deslizar para trás, reforçando o movimento para diante das camadas musculares circulares e longitudinais;

- Possuem células sensoriais na epiderme além de glândulas mucosas que ajudam a manter a superfície umedecida, fundamental para a respiração cutânea;

- Apresentam sistema excretor segmentado;

- O sistema nervoso possui uma parte anterior que apresenta um par de gânglios cerebrais ligados a um anel circunfaríngico e gânglios em cada segmento, que se ligam a um cordão nervoso duplo e maciço ventral;

- O sistema digestivo é completo e apresenta diferentes regiões especializadas;

- A maioria dos anelídeos alimenta-se de partículas em decomposição, microrganismos e larvas;

- O sistema circulatório é fechado e complexo, apresentando vasos longitudinais dorsal, onde o sangue circula em direcção á parte anterior, e ventral, onde o sangue circula para a região posterior, ligados por vasos transversais em cada segmento.

             Os animais que melhor representam os anelídeos são:

- A minhoca: pertencente à classe Poliqueta, são a maior e mais diversificada classe de anelídeos. Vivem quase sempre enterrados e fogem rapidamente quando perturbados. A presença de alguns tipos de minhocas vermelhas em zonas lodosas é um indicador positivo da presença de poluição por detritos orgânicos.

minhoca

Minhoca

- A sanguessuga: pertencem à classe dos hirudíneos e são encontrados no mar, na água doce e em meio terrestre úmido. A principal diferença entre as sanguessugas e outros anelídeos é a presença de ventosas fixadoras que funcionam como "desentupidoras de pia" e que se localizam nas duas extremidades do corpo. Uma sanguessuga é capaz de ingerir um peso de sangue três vezes  maior que seu próprio peso. Dessa forma o animal pode ficar bastante tempo sem se alimentar, podendo, muitas vezes, levar até 9 meses para nutrir-se novamente.

 sanguessuga

Sanguessuga


Curiosidades

 

          Ao mesmo tempo, enterram folhas e depositam fezes na terra, contribuindo para a formação de humo, que fertiliza o solo. Sabe-se que um solo com minhocas é geralmente mais rico em sais minerais diversos que um solo destituído desses animais.

       Cresce em todo o mundo a minhocultura, ou criação de minhocas, com a finalidade de produzir humo para a agricultura. O humo de minhocas não tem cheiro forte e pode ser armazenado por vários meses sem perda de qualidade. As minhocas são também utilizadas para a fabricação de rações animais, pois são relativamente ricas em proteínas.

            Retirando um pouco do líquido corpóreo das minhocas, os cientistas conseguem estimar a quantidade de certas substâncias tóxicas no solo. Acrescentam ao líquido certos corantes que reagem rapidamente com essas substâncias, em caso positivo de poluição.

            Alguns remédios são utilizados na tentativa de destruir os cisticercos, mas, muitas vezes, é feita uma cirurgia para extraí-los.

            Em laboratório, num labirinto com caminhos brancos e pretos, uma planária levava um choque sempre que escolhia o caminho preto. Então ela se virava para o caminho pintado de branco. Após o "treinamento", a planária passou a atravessar o caminho sem errar, escolhendo apenas os atalhos brancos.

            Experimentos diversos também indicaram que platelmintos não "treinados", mas alimentados com carne de platelmintos "treinados", atravessaram corretamente o caminho, mostrando que essa aprendizagem fica memorizada no organismo do animal.

 

FONTE:

http://www.portalbrasil.net/educacao_seresvivos_invertebados_platelmintos.htm

http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Biologia/